Queimei as lembranças

em 23 de jan. de 2018


Quando fiz quinze anos sentia uma necessidade enorme de desabafar, mas com quem?
O que eu tinha para desabafar eram coisas que na verdade eu não queria contar para ninguém, então pequei um caderno enfeitei ele e nomeei meu diário e nele eu escrevia tudo que eu sentia durante os dias bons e ruins. Teve lembranças descritas neles que por vezes eram banhadas de amargura e outras de pura felicidade, porque nossa vida é assim não existe somente momentos ruins mas bons também e é disso que nossa felicidade é feita, de tudo que vivemos.
Com o passar dos anos acabei parando de escrever no diário, mas todos os cadernos eu os guardei como forma de lembrança.
Algum tempo atrás recorri aos diários de minha adolescência,  e vi que era hora de deixar alguns fantasmas irem embora  e assim queimei todos os cadernos de anotações, talvez você me pergunte você não vai se arrepender disso?
E te digo tão certa que não, não vou me arrepender de dar espaço para novas histórias e aventuras, qual a graça de ficar presa a um passado que não volta e não pode ser mudado?
O que vivemos passou e não pode ser alterado, mas temos o presente e nele somos capazes de fazer boas escolhas e mudar nosso futuro próximo.
Quais lembranças você precisa jogar fora?
Quais te amarram em um emaranhado cruel e doloroso?
Esvazie sua taça. Jogue as lembranças fora, jogue fora tudo que te prende, presentes, papeis de bala, fotos, anotações e tudo mais, não tenha medo de abrir espaço para o novo.
Enquanto eu queimava os cadernos  a fumaça levava embora todas as lembranças ruins,
e hoje eu não tenho dúvidas de que fiz a coisa certa, somente nós mesmo temos a chave que destranca a prisão que muitas das vezes nós mesmos nos colocamos.
Saia da sua zona de conforto, tente outra vez, viva intensamente sem ter medo de arriscar e tenho certeza que quando o tempo passar você olhará para trás com um verdadeiro orgulho de si mesmo.
Fique firme e nunca se esqueça você merece ser muito feliz, sempre!

Beijos doces,

Ana Ferreira Lima
Sigam-me nas redes sociais
*Twitter @anaferlimaautor *Instagram @anaferlimaautor *Facebook @autoraanaferreiralima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Paginação numerada



Destaque

Sinceridades

  Hoje acordei mais racional. Ouvi meu coração que me xingava por ter deixado uma suposta chance de ser feliz escapar. Mas acontece que não ...

Topo